Estado convoca 305 estudantes para o Programa Partiu Estágio

 estagio12

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração (Saeb), realiza novas convocações para o Programa Partiu Estágio na próxima sexta-feira (2). O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, na noite desta terça-feira (30). São 294 estudantes selecionados para o edital de número 001 (lançado em janeiro deste ano) e 11 para edital de número 002, publicado em março para reforço escolar na rede estadual de ensino.

 

Os 305 estudantes receberão a convocação por e-mail, o mesmo cadastrado no sistema de inscrição do programa. A lista com os nomes dos selecionados também estará disponível para visualização na sexta-feira, no site da Saeb.

 

Os selecionados do edital 001 terão 10 dias úteis para apresentar a documentação exigida, enquanto os selecionados do edital 002 terão 12 dias úteis. A vaga de estágio é garantida apenas com a entrega de toda documentação exigida, dentro do prazo regulamentar. Quem não entregar toda a documentação ou não se apresentar dentro do período estipulado, perderá a vaga.

 

O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho.

 

A seleção é prioritária para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde seu lançamento, em abril de 2017, já foram contratados 9.145 universitários para atuar no serviço público baiano.

 

Lista com a documentação necessária:

 

  • Comprovante de residência
  • Original e cópia da Carteira de Identidade
  • Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  • Original e cópia de Carteira de Identidade do representante legal, ou do Termo de Guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso
  • Declaração da Instituição de Ensino informando semestre letivo, duração do curso, percentual cursado, turno de estudo, curso de formação e sua modalidade presencial (Anexo II do Edital)
  • Comprovante de matrícula e frequência da Instituição de Ensino
  • Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público
  • Original e cópia do Título de Eleitor, se for o caso
  • Original e cópia do Certificado de Reservista, se for o caso
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)
  • Comprovação de inscrição no Cadúnico, se for o caso
  • Histórico escolar do Ensino Médio ou declaração emitida pela instituição de nível médio, no caso dos candidatos que tenham sido selecionados pelo critério de ter estudado todo o Ensino Médio em Escola Pública ou como Bolsista integral
  • No caso de pessoas portadoras de deficiência, deverá ser apresentado um Relatório Médico comprovando a deficiência

Estado libera 300 mil de investimento em horta escolar para estimular alimentação saudável

 img5926-jucelia-brito

A preocupação com o meio ambiente passa pelo cuidado com a alimentação e o consumo consciente. Nesta perspectiva, o Governo do Estado liberou cerca de 300 mil reais de fomenta ao projeto “Hortas escolares –  plantar, cuidar e cuidar-se’, desenvolvido no âmbito das ações da Educação Ambiental e Saúde, da Secretaria da Educação do Estado. A iniciativa, que contempla 244 unidades escolares da rede estadual, também faz parte do Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional desenvolvido por várias secretarias estaduais, sob a coordenação da Casa Civil.

O projeto alcança mais de 150 mil estudantes. O recurso já foi depositado nas contas das escolas. Atualmente, 476 unidades escolares da rede estadual já possuem hortas implantadas, enriquecendo o aprendizado e o cardápio da merenda de mais de 320 mil estudantes.  As 244 unidades escolares contempladas, em 2019, manifestaram interesse por meio de um mapeamento realizado pela SEC, em 2018, além do plano de ação elaborado pelas mesmas no projeto “Juventude em Ação”.

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da Secretaria, Fábio Barbosa, falou da importância desse recurso. “Com a disponibilização do recurso financeiro, as unidades escolares poderão desenvolver suas hortas e utilizá-las com instrumento didático e pedagógico, envolvendo várias áreas do conhecimento. As atividades pedagógicas realizadas auxiliam na conscientização dos estudantes sobre a temática socioambiental que, através da experiência com a horta, compreendem a necessidade da conservação dos ecossistemas, do reaproveitamento de resíduos sólidos, das implicações de uso dos agrotóxicos e da importância de bons hábitos alimentares e nutricionais. Tudo isso por meio de um trabalho dinâmico, participativo, prazeroso, inter e transdisciplinar, promovendo descobertas e múltiplas aprendizagens, destaca Barbosa.

Para a implantação e manejo das hortas, as unidades podem contar com o apoio técnico dos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF), localizados em suas regiões. Tratam-se de unidades territoriais descentralizadas de representação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com o objetivo de desconcentrar, descentralizar, articular e implementar programas, projetos, ações e políticas públicas voltadas para o desenvolvimento rural.

Dentre as escolas que já possuem horta estão o Colégio Estadual Jane Assis Peixoto, no distrito de Posto da Mata, em Nova Viçosa (933 km de Salvador). Professores, gestores e estudantes mudaram um pouco a cara do espaço escolar com a manutenção dos jardins e da horta para enriquecer o sabor da merenda. A horta escolar também pode ser uma das estratégias para estimular a inclusão de propostas de sustentabilidade socioambiental no Projeto Político Pedagógico, além de incentivar a criação e o fortalecimento das Comissões de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA), contribuir para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e para a consecução dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

>>Confira a lista das escolas contempladas e saiba mais sobre o Projeto Hortas Escolares: plantar, cuidar e cuidar-se no Portal da Educação.

Professores realizam neste sábado (27) planejamento pedagógico para o fortalecimento das aprendizagens

IMG-20180205-WA0035Este sábado (27) vai ser de muito planejamento nas escolas da rede estadual de ensino, da capital e do interior. Durante todo o dia, professores, coordenadores pedagógicos e gestores participarão de uma jornada que faz parte da segunda etapa da Semana Pedagógica 2019, promovida pela Secretaria da Educação do Estado. A atividade, que apresenta como tema “Pilares para a garantia do direito de aprender: currículo, formação, acompanhamento e avaliação”, tem como objetivo planejar as ações pedagógicas para o segundo semestre do ano letivo corrente, tendo em vista a melhoria do processo de ensino e aprendizagem. Os estudantes e as famílias envolvidos nos Colegiados Escolares também são convidados a participar.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e a equipe da Secretaria e dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) participarão das atividades. O secretário falou sobre a importância deste grande movimento pedagógico pelo fortalecimento das aprendizagens. “Faremos uma avaliação do que realizamos ao longo do primeiro semestre e trataremos de fortalecer, ainda mais, os nossos passos até o final deste ano, falando sobre os resultados acadêmicos do primeiro semestre e produziremos, em cada escola, um Plano de Intervenção Pedagógica, descrevendo estratégias para a melhoria dos resultados, cuidando dos nossos desafios cotidianos nas áreas de Língua Portuguesa, de Matemática, Ciências, e, especialmente, cuidando, com muita responsabilidade, de cada unidade escolar, de cada sala de aula, de quem está nas escolas e das nossas agendas sempre nos preocupando com a aprendizagem dos nossos estudantes”, afirmou.

Durante a segunda etapa da Semana Pedagógica, será realizado um debate com a comunidade escolar sobre o desempenho dos estudantes no primeiro semestre do ano letivo e os resultados obtidos nas atividades avaliativas propostas pelo Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE). A partir da análise desses indicadores, a proposta é elaborar um Plano de Intervenção Pedagógica para todos os componentes curriculares, especialmente em Língua Portuguesa e Matemática.

A programação da Semana Pedagógica também inclui questões como a análise dos resultados qualitativos e quantitativos do processo de aprendizagem; o planejamento das ações pedagógicas para o segundo semestre de 2019, incluindo Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE); e a mobilização para a prova SAEB, que será realizada entre outubro e novembro deste ano.

Prazo para novos convocados do Partiu Estágio termina nesta quarta-feira

 1553004924ay4c0510

Termina nesta quinta-feira (24) o prazo para que os 461 universitários convocados pelo Programa Partiu Estágio realizem a entrega da documentação. Esse prazo é restrito aos 408 selecionados do primeiro edital (001/2019), com vagas para toda a administração pública.

Os 53 convocados do segundo edital (002/2019), destinado a alunos de cursos de Letras, Matemática e Educação Física, que vão atuar pela Secretaria da Educação do Estado para reforço escolar em todo a Bahia, devem se apresentar até sexta (26). A lista com os nomes dos selecionados está disponível para visualização no site da Secretaria da Administração (Saeb).

A vaga de estágio é garantida apenas com a entrega de toda documentação exigida, dentro do prazo regulamentar. A lista de todos os documentos requisitados pode ser conferida no e-mail de convocação ou nos dois editais do programa. Quem não entregar toda a documentação, ou não se apresentar dentro do período estipulado, perderá a vaga.

Sobre o programa – O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho.

É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde o lançamento, em abril de 2017, já foram contratados 8,7 mil universitários para atuar no serviço público baiano.

Documentação necessária: 

  • Comprovante de residência;
  • Original e cópia da Carteira de Identidade;
  • Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física – CPF;
  • Original e cópia de Carteira de Identidade do representante legal, ou do Termo de Guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso;
  • Declaração da Instituição de Ensino informando semestre letivo, duração do curso, percentual cursado, turno de estudo, curso de formação e sua modalidade presencial (Anexo II do Edital);
  • Comprovante de matrícula e frequência da Instituição de Ensino;
  • Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público;
  • Original e cópia do Título de Eleitor, se for o caso;
  • Original e cópia do Certificado de Reservista, se for o caso;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS;
  • Comprovação de inscrição no Cadúnico, se for o caso;
  • Histórico escolar do Ensino Médio ou declaração emitida pela instituição de nível médio, no caso dos candidatos que tenham sido selecionados pelo critério de ter estudado todo o Ensino Médio em Escola Pública ou como Bolsista integral;
  • No caso de pessoas portadoras de deficiência, deverá ser apresentado um Relatório Médico comprovando a deficiência.

Termina nesta sexta-feira (19) a matrícula para os cursos técnicos de nível médio na rede estadual

 dadinhos-de-tapioca1

Termina nesta sexta-feira (19) a matrícula para os cursos técnicos de nível médio para o segundo semestre na rede estadual de ensino. São mais de 20 mil vagas ofertadas para duas formas de articulação. Deste total, 12.510 vagas são para a forma de articulação Subsequente, para aqueles que se inscreveram e foram classificados no sorteio eletrônico, cujo resultado está disponível no Portal da Educação. As outras 7.720 vagas são para cursos do PROEJA Médio, direcionadas a aqueles com mais de 18 anos, que concluíram o Ensino Fundamental e que não precisaram de inscrição prévia.

A matrícula para as duas formas de articulação é realizada, presencialmente, nas unidades de ensino. No caso do subsequente, os candidatos devem se dirigir às unidades escolares indicadas na inscrição do sorteio eletrônico e para os quais foram contemplados. Os do Proeja devem observar as unidades ofertantes conforme lista disponível no Portal da Educação. Nos dois casos, no ato da matrícula, o estudante deve apresentar documentos como o original do histórico escolar; originais e cópias da cédula de identidade ou certidão de registro civil; do CPF; e do comprovante de residência. As aulas serão iniciadas no dia 29 de julho.

As vagas ofertadas são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas na capital, e em mais 97 municípios dos 27 Territórios de Identidade, entre os quais estão: Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Gandu, Ipiaú, Ilhéus, Jequié, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Barreiras, Seabra, Itaberaba, Serrinha, São Domingos, Bom Jesus da Lapa, Xique-xique, Irecê, Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Alagoinhas, Macaúbas e Caetité

Ao todo são 45 cursos disponibilizados, a exemplo de: Administração, Segurança do Trabalho, Logística, Meio Ambiente, Agroecologia, Agropecuária, Enfermagem, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Contabilidade, Farmácia, Química, Cozinha, Alimentos, Panificação, Recursos Humanos, Edificações, Desenho da Construção Civil, Rede de Computadores, Secretariado, Conservação e Restauro, Artes Visuais, Instrumento Musical, Documentação Musical e Regência.

Secretaria e UNILAB alinham ações voltadas para o fortalecimento da Educação Básica

 reuniao-com-diretora-da-unilab-foto1

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu uma reunião, nesta quarta-feira (17), com a diretora do campus Malês, Mirian Reis, da Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), localizada no município de São Francisco do Conde. Na pauta, foram discutidas ações de parceria voltadas para o fortalecimento da Educação Básica. Uma das principais pautas foi a formação inicial e continuada de professores. O diálogo envolveu,  ainda,  a matriz curricular nas unidades escolares e o incentivo à segunda graduação de docentes.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou que as parcerias com as universidades são  estratégias para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem. “Estamos trabalhando para discutir projetos que possam integrar a Educação Básica e o Ensino Superior. Queremos fazer esse intercâmbio, possibilitando a qualificação do ensino e beneficiando estudantes e professores. Com o perfil da UNILAB podemos trazer a valorização e o resgate da cultura africana como estrutura formadora de nossa sociedade, principalmente para os alunos da região, com empoderamento e reconhecimento da sua cultura”, contou.

A diretora Mirian Reis, da UNILAB, disse que a instituição está de portas abertas para parcerias que envolvam a rede estadual. “Temos interesse nessa parceria porque também achamos importante essa relação com a Educação Básica. Possuímos cursos de licenciatura, entre eles os de Letras, Pedagogia e História, e também já fazemos um trabalho com as escolas municipais de São Francisco do Conde, discutindo a matriz curricular. Podemos oferecer formações aos profissionais da Educação Básica e temos 89 professores de diversas áreas do conhecimento com, no mínimo, o doutorado, que são muito engajados para esses tipos de projeto”, ressaltou.

Governo do Estado nomeia 277 novos professores e coordenadores pedagógicos

Eloyna5O Governo do Estado publicou, na edição desta quinta-feira (18) do Diário Oficial do Estado (DOE), a nomeação de 277 novos servidores aprovados no concurso público para a rede estadual de ensino. Os profissionais nomeados têm 30 dias, a partir deste dia 18/7, para tomar posse. Os que foram alocados em Salvador devem comparecer à sede da Secretaria da Educação do Estado (SEC), no Centro Administrativo, na Coordenação de Provimentos e Movimentação (sala 138). Já os que foram designados para cidades do interior tomam posse no seu Núcleo Territorial de Educação (NTE). Depois de empossados, eles serão encaminhados para as escolas.

Esta é a terceira nomeação do certame e contempla 260 professores e 17 coordenadores pedagógicos. Destes, 70 profissionais serão alocados na capital e os outros 207 irão atuar no interior baiano. As nomeações foram realizadas dentro do quantitativo de candidatos aprovados correspondente ao número de vagas ofertadas em edital. A distribuição dos candidatos ficará a cargo da SEC. Lançado em novembro de 2017, o referido concurso público ofertou 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos e representa mais uma das ações adotadas pelo governo do Estado de valorização da carreira do magistério público estadual. Foram inscritos 103,5 mil candidatos, com mais de 41 mil habilitados.

Os professores e coordenadores pedagógicos que já tomaram posse, anteriormente, falam sobre a importância da carreira para o magistério público estadual, a exemplo da professora de Língua Portuguesa, Ionara Paula Sampaio da Hora, que foi a primeira colocada para Salvador e designada para lecionar no Colégio Estadual Dionísio Cerqueira, no Alto de Santa Cruz. “Eu sempre quis entrar na rede pública. Me formei na UNEB e me sentia na obrigação desta devolutiva para a sociedade. Foi muito significativo ser a primeira aprovada, ver meu nome na lista. Estou felicíssima e realizada, porque este concurso representa a estabilidade, de você não se sentir tão vulnerável. Temos uma perspectiva de seguir carreira, de ter um crescimento profissional”, atestou na ocasião da sua nomeação.

Nas escolas, os novos coordenadores pedagógicos foram recepcionados pelos gestores, que promovem a integração com a comunidade escolar. Foi o que aconteceu com a coordenadora pedagógica Jurema Santos, que foi recebida pela diretora Ivani Teles, do Colégio Estadual Eduardo Bahiana, no bairro de Cajazeiras, em Salvador. “A figura do coordenador pedagógico na escola é fundamental, e não tínhamos. Ele é uma profissional responsável pela articulação, se tornando um elo de ligação das estratégias pedagógicas. Jurema chegou para acrescentar no trabalho da gestão a partir de sua competência para uma leitura pedagógica do processo de ensino e aprendizagem, especialmente neste momento de construção do currículo do novo Ensino Médio”, destacou a gestora.

>> Clique aqui para conferir a lista de nomeados

Governo do Estado realiza nova nomeação de professores e coordenadores pedagógicos

volta-aulas-20142-claudionor-junior-ascomeducacao-8O Governo do Estado vai publicar, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (18), a nomeação de 277 novos servidores aprovados no concurso público para a rede estadual de ensino. O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, durante o programa Papo Correria, transmitido nesta terça (16) pelas redes sociais.

A terceira nomeação do certame irá contemplar 260 professores e 17 coordenadores pedagógicos. Destes, 70 profissionais serão alocados na capital e os outros 207 irão atuar no interior baiano. As nomeações desta quinta-feira (18) serão realizadas dentro do quantitativo de candidatos aprovados correspondente ao número de vagas ofertadas em edital. A distribuição dos candidatos ficará a cargo da Secretaria da Educação do Estado (SEC).

Lançado em novembro de 2017, o concurso ofertou 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. O concurso recebeu 103,5 mil inscritos, com mais de 41 mil habilitados.

Fonte: Secom/Bahia

Secretaria realiza nestas quinta e sexta-feira (18 e 19) matrícula para os cursos técnicos de nível médio

 ceep7

A Secretaria da Educação do Estado realiza, nestas quinta e sexta-feira (18 e 19), a matrícula para os cursos técnicos de nível médio para o segundo semestre na rede estadual de ensino. São mais de 20 mil vagas ofertadas para duas formas de articulação. Deste total, 12.510 vagas são para a forma de articulação Subsequente, para aqueles que se inscreveram e foram classificados no sorteio eletrônico, cujo resultado está disponível no Portal da Educação.

As outras 7.720 vagas são para cursos do PROEJA Médio, direcionadas a aqueles com mais de 18 anos, que concluíram o Ensino Fundamental e que não precisaram de inscrição prévia. A matrícula para as duas formas de articulação será realizada, presencialmente, nas unidades de ensino. No caso do subsequente, os candidatos devem se dirigir às unidades escolares indicadas na inscrição do sorteio eletrônico e para os quais foram contemplados. Os do Proeja devem observar as unidades ofertantes conforme lista disponível no Portal da Educação. Nos dois casos, no ato da matrícula, o estudante deve apresentar documentos como o original do histórico escolar; originais e cópias da cédula de identidade ou certidão de registro civil; do CPF; e do comprovante de residência. As aulas serão iniciadas no dia 29 de julho.

As vagas ofertadas são para os Centros Estaduais e Centros Territoriais de Educação Profissional, além de unidades compartilhadas na capital, e em mais 97 municípios dos 27 Territórios de Identidade, entre os quais estão: Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna, Gandu, Ipiaú, Ilhéus, Jequié, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Barreiras, Seabra, Itaberaba, Serrinha, São Domingos, Bom Jesus da Lapa, Xique-xique, Irecê, Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas, Alagoinhas, Macaúbas e Caetité
Ao todo são 45 cursos disponibilizados, a exemplo de: Administração, Segurança do Trabalho, Logística, Meio Ambiente, Agroecologia, Agropecuária, Enfermagem, Nutrição e Dietética, Análises Clínicas, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Contabilidade, Farmácia, Química, Cozinha, Alimentos, Panificação, Recursos Humanos, Edificações, Desenho da Construção Civil, Rede de Computadores, Secretariado, Conservação e Restauro, Artes Visuais, Instrumento Musical, Documentação Musical e Regência.

Confira o resultado do sorteio eletrônico para os cursos técnicos de nível médio

 whatsapp-image-2019-07-16-151340
A Secretaria da Educação do Estado da Bahia realizou, nesta terça-feira (16), no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, o sorteio eletrônico de 12 mil vagas de cursos da Educação Profissional e Tecnológica, na modalidade subsequente ao Ensino Médio, que contou com o total de 62.950 inscritos. As vagas dos 45 cursos ofertados são direcionadas para os contemplados de 97 municípios, a exemplo de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Itabuna, Ilhéus, Irecê e outros. Confira as listas de contemplados por município