Inscrições para o concurso na Educação terminam nesta terça-feira (12)

20171019_103614

As inscrições do concurso público para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino terminam nesta terça-feira (12). São ofertadas 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. As inscrições, no valor de R$ 100 para ambos os cargos, estão sendo feitas exclusivamente, via internet, pelo site da Fundação Carlos Chagas, empresa responsável pela aplicação das provas.

O secretário Walter Pinheiro disse que o concurso será para 40 horas semanais e representa uma das ações estratégias que vêm sendo adotadas pelo Estado para fortalecer o eixo pedagógico nas escolas estaduais. “Este concurso vem sendo esperado há muito tempo pelos educadores e o governador Rui Costa, mesmo diante da situação econômica do país, tomou esta decisão que fortalece o eixo pedagógico das escolas e, consequentemente, a nossa qualidade do ensino”, afirmou Pinheiro.

Oferta
Uma das novidades deste concurso são as vagas para professores com licenciaturas interdisciplinares em Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Matemática ou licenciatura interdisciplinar em Matemática e Computação e suas Tecnologias. As vagas para professores também contemplam diversas áreas do conhecimento, como por exemplo, os com licenciaturas em Ciência Biológicas, Ciências Naturais, Ciências Humanas, Ciências da Sociedade, Filosofia, Artes, Educação Física, História, Artes e habilitação em Química oriundo de curso superior.

Para coordenador pedagógico, é preciso ter curso de Pedagogia. Tanto para professor quanto para coordenador pedagógico é exigido diploma registrado de conclusão de curso superior de graduação, conforme estabelecido no edital, devidamente registrado, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Remuneração
Para o cargo de professor padrão P, grau IA, a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 2.145,36, acrescido de Gratificação de Estímulo às Atividades de Classe, no percentual de 31,18% incidente sobre o vencimento básico, no valor de R$ 668,92, perfazendo um total de  2.814,28. Para o cargo de Coordenador Pedagógico, Padrão P,  grau IA, a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$

2.145,36, acrescido de Gratificação por Condições Especiais de Trabalho, no percentual de 34,75%, incidente sobre o vencimento básico, no valor de R$ 745,51, totalizando R$ 2.890,87.

Aplicação das Provas
O concurso terá três etapas. As provas objetivas (1ª etapa) e discursivas (2º etapa) serão aplicadas no dia 25/02/2018, para todos os cargos, no período da manhã, nas cidades de Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista. Somente será corrigida a prova discursiva dos candidatos habilitados e melhores classificados nas provas objetivas. A terceira etapa é a prova de títulos, para fins de pontuação dos candidatos habilitados na prova discursiva.

Inscrições para curso de aperfeiçoamento para professores e coordenadores pedagógicos terminam nesta terça (12)

volta-aulas-20142-claudionor-junior-ascomeducacao-12

Terminam, nesta terça-feira (12), as inscrições para o curso “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais”, destinado a professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino. As inscrições são feitas, exclusivamente, via internet, e seguem até às 23h59, do dia 12/12. Na modalidade de Educação à Distância (EAD), o curso será iniciado no dia 1° de fevereiro de 2018.

O curso faz parte das ações do Governo do Estado para a promoção dos educadores dos Ensinos Fundamental e Médio do magistério público estadual. Os participantes concluintes do curso terão um ganho médio de 14% em seus vencimentos até maio de 2019. O pagamento de 6% sobre o vencimento básico dos educadores, referente à primeira promoção, será feito ainda este ano. O valor da segunda promoção será antecipado em setembro de 2018. As promoções estão condicionadas à inscrição e à frequência dos professores e coordenadores na capacitação, dividido em dois módulos.
O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, falou sobre a iniciativa. “Esta é mais uma das ações que estamos implementando para fortalecer o eixo pedagógico das escolas. Mesmo em uma conjuntura econômica nacional adversa e enfraquecida, o governador Rui Costa toma esta atitude, que valoriza a carreira do magistério por meio da promoção dos professores e coordenadores. Portanto, este curso irá trazer também um grande benefício para a rede, fortalecendo a pedagogia da escola e o processo de ensino e aprendizagem com o uso das novas tecnologias”, afirmou.
Sobre o curso - O curso tem como objetivo tornar evidente na prática pedagógica da rede pública estadual de ensino a natureza transformadora das tecnologias educacionais, seja na vertente operacional ou na humanizadora, no processo de ensino-aprendizagem nas diversas áreas do conhecimento. As aulas serão realizadas fazendo uso de uma estrutura tecnológica e metodológica que possibilitará aos professores e coordenadores pedagógicos acessá-lo, por meio de ambiente virtual de aprendizagem através do site www.sec.ufba.br. Para o acesso, o educador deverá fazer uso do nome de usuário e senha, fornecidos através do e-mail informado no ato da inscrição.
O curso terá a carga horária integral de 120 h, e será constituído de dois módulos de 60h cada. O primeiro terá três etapas divididas em: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) para a comunicação e coleta de dados (25 h); TDIC para Comunicação, Produção e Colaboração (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). O segundo módulo também terá três etapas divididos em: TDIC para Organização e Criação (25 h); Ambientes Virtuais de Aprendizagem (25 h); e Avaliação do Módulo (10 h). Para a conclusão do curso “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais” serão exigidos o aproveitamento com média 6,0 e a frequência mínima de 75% da carga horária total do curso.
DÚVIDAS FREQUENTES:
 
- Quanto ao quantitativo de Vagas:
O Curso será destinados a todos os Professores e Coordenadores Pedagógicos integrantes da Carreira do Magistério do Ensino Fundamental e Médio do Estado da Bahia e enquadrados nos termos da Lei nº 10.963, de 16 de abril de 2008, que esteja em efetivo exercício:
1. no âmbito da Secretaria da Educação;
2. de mandato eletivo em Entidade Sindical;
3. a disposição de qualquer órgão ou entidade da Administração Pública Estadual;
4. como ocupante de cargo eletivo.

Quanto ao prazo de inscrição:
De 06/12/2017 até 12/12/2017.

 
- Quanto ao comprovante gerado ao final da inscrição:
Serve apenas como garantia da inscrição.

Quanto ao acesso ao ambiente virtual de aprendizagem para realização do curso:
Na segunda quinzena do mês de janeiro/2018 os servidores inscritos no curso receberão um email informado, o nome de usuário e senha, para acesso ao ambiente virtual de aprendizagem.

 
- O servidor integrante da Carreira do Magistério do Ensino Fundamental e Médio do Estado da Bahia que não se inscrever, frequentar ou  for aprovado no curso o que vai acontecer?
Não terá a promoção nos graus da Carreira.

- Quanto ao servidor com mais de um vínculo:
O servidor com acumulação legal de 2 (dois) cargos de magistério ao se inscrever estará efetivando a inscrição em ambos os vínculos, desde que atenda aos requisitos em cada um dos cargos.

Situações impeditivas de inscrição no curso:
O servidor que estiver:
I – afastado por motivo de licença com perda dos vencimentos;
II – afastado por motivo de suspensão disciplinar ou preventiva;
III – à disposição de qualquer órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta, federal ou municipal, exceto, neste último caso, se o mesmo estiver em efetivo exercício na respectiva Secretaria de Educação.

Mais de 489 mil estudantes renovam a matrícula na rede estadual de ensino

matriculaMais de 489 mil estudantes realizaram a renovação de matrícula na rede estadual de ensino para o ano letivo de 2018, na mesma unidade escolar em que estudou em 2017. De acordo com o calendário da Secretaria da Educação do Estado, o próximo passo agora é a matrícula, que será realizada de 16 a 23 de janeiro, para todos os interessados em estudar nas escolas estaduais da capital e do interior. A matrícula poderá ser feita pela internet ou diretamente nas escolas.

Os estudantes da rede estadual que perderam o prazo da renovação de matrícula ou que queiram se transferir de unidade escolar, devem se matricular no dia 16 de janeiro. Os estudantes concluintes das séries finais do Ensino Fundamental das escolas municipais devem se matricular nos dias 17 e 18.; os novos estudantes do Ensino Fundamental que venham da rede privada e de outros estados têm o dia 19 de janeiro para efetuar a matrícula. Já a matrícula para alunos novos do Ensino Médio e suas modalidades, incluindo a Educação Profissional e Tecnológica, que venham da rede privada e de outros Estados devem se matricular nos dias 22 e 23.

A novidade para este ano foi a pré-matrícula, no mês de novembro, dos estudantes da Educação Especial, onde os pais ou responsáveis devem se dirigir nos dias 25, 26 e 29 de janeiro, às escolas que eles sinalizaram no ato da pré-matrícula, para confirmar a matrícula, portando os documentos necessários.

“É importante ressaltar que os estudantes que não fizeram a renovação no primeiro momento, por algum contratempo, podem realizar no dia 16 de janeiro, seguindo todos os procedimentos de matrícula. Caso não lembrem do Código de Renovação, ele poderá resgatar no site do Portal da Educação, no endereço www.educacao.ba.gov.br. É bom que todos estejam atentos às datas de matrícula para garantir sua continuidade ou ingresso na rede estadual”, destacou o coordenador da matrícula da Secretaria da Educação do Estado, Marcus Machado.

Os documentos necessários são os originais do histórico escolar ou atestado de escolaridade, e os originais e cópias da certidão de registro civil ou cédula de identidade, do CPF (para alunos da Educação Profissional e Tecnológica, 3ª série do Ensino Médio e Tempo Formativo III – EJA) e comprovante de residência. Para quem realizar a matrícula via internet ou em unidade escolar diferente daquela que irá frequentar em 2018, é obrigatório apresentar a documentação necessária à escola estadual para qual foi matriculado, seguindo o prazo determinado no comprovante a partir da data de efetivação da matrícula.

Veja cronograma completo da Matrícula 2018:

- 16/01/2018 – Transferência de Estudantes da Rede Estadual: para os estudantes matriculados, com frequência regular no ano letivo de 2017, ao qual se aplique uma das seguintes situações:
. A escola não oferece a série subsequente;
. Não renovou sua matricula;
. Mudou de domicílio.
- 17 e 18/01/2018 – Matrícula de concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental: para os estudantes regularmente matriculados nas Redes Públicas Municipais de Ensino do Estado da Bahia, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.
– Matrícula para alunos novos: para ingresso do candidato em unidade escolar da Rede Estadual de Ensino em qualquer série para o ensino fundamental e médio, atendendo, sobretudo, às diversas modalidades de oferta.
- 19/01/2018 – Ensino Fundamental;
- 22 e 23/01/2018 – Ensino Médio e Educação Profissional.
- 25, 26 e 29/01/2018 – Confirmação de Matrícula do Público Alvo da Educação Especial.

IMG-20160122-WA0042
Os estudantes da rede estadual, que quiserem garantir a vaga nas escolas onde estudam, têm até esta quinta-feira (30) para fazer a renovação de matrícula para o ano letivo de 2018.  O processo pode ser realizado pela internet ou diretamente na unidade escolar onde o aluno está matriculado, tem frequência regular e está concluindo o ano letivo de 2017.
Para a renovação, o estudante deverá recolher a carta de renovação na secretaria da escola onde estuda, sinalizar a intenção ou não de permanecer na unidade escolar onde está matriculado e devolver o documento para a escola. No caso de menores de 16 anos, é necessário que os pais ou responsáveis sinalizem a permanência ou não do aluno na escola e assinem o documento para a devolução. A outra opção é o estudante ou responsáveis (no caso de menos de 16 anos) utilizarem o código disponível na carta para acessar o sistema e renovar a matrícula pela internet.
Vaga garantida
O coordenador da matrícula da Secretaria da Educação do Estado, Marcus Machado, fala sobre a importância do processo de renovação da matrícula. “A renovação é que vai garantir a vaga do aluno na mesma escola e no mesmo turno em que cursou em 2017. O estudante que não renovar a sua matrícula, não terá a vaga garantida na mesma unidade escolar e no mesmo turno para o ano seguinte, porém, de posse da carta que ele já recebeu da escola, utilizando o código contido no documento, ele poderá fazer a matrícula no dia 16 de janeiro, que é a data destinada à transferência dos alunos da rede estadual. Portanto, a renovação é importante porque se trata do momento em que a escola vai identificar o interesse do estudante em permanecer naquela unidade em que está matriculado”, destacou.
A matrícula para os alunos novos ou para os alunos da rede que irão mudar de escola acontecerá em janeiro de 2018

Projeto que concede promoções para professores e coordenadores pedagógicos é aprovado na Alba

aumentoFoi aprovado por unanimidade, na noite desta terça-feira (28), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, o projeto de lei encaminhado pelo Governo do Estado concedendo duas promoções para professores e coordenadores pedagógicos dos Ensinos Fundamental e Médio. A medida vai representar um ganho médio de 14% para a categoria, até 2019. O projeto vai beneficiar 29 mil educadores e terá um investimento total de R$ 348 milhões.
A aprovação do projeto foi comemorada pelo secretário da Educação, Walter Pinheiro. “Mesmo num momento em que a conjuntura econômica nacional está enfraquecida, o governador Rui Costa fez questão de encaminhar este projeto, numa medida que demonstra o compromisso do Governo do Estado com a Educação e o respeito ao trabalho dos educadores”, destacou Pinheiro.
O Projeto prevê a reestruturação da carreira do magistério público dos Ensinos Fundamental e Médio, com duas promoções para professores e coordenadores pedagógicos. O governo vai antecipar o pagamento de 6% sobre o vencimento básico dos educadores, referente à primeira promoção, ainda este ano. O valor da segunda promoção será antecipado em setembro de 2018. O PL define que o vencimento inicial do magistério passa a ser de R$ 2.446,66, acima do Piso Nacional da Categoria (R$ 2.298,80).
As promoções estão condicionadas à matrícula e à frequência dos professores e coordenadores em um curso de capacitação, dividido em dois módulos. Os educadores precisam se matricular no primeiro módulo do curso para ter direito receber, este ano, a antecipação correspondente a 6% sobre seu vencimento básico. Ao final do segundo módulo, os professores serão promovidos para um grau imediatamente superior, dentro do mesmo padrão, com pagamento de cerca de 1% sobre o vencimento básico. Assim, a promoção vai integralizar um ganho médio de 7%.
O projeto também prevê que professores e coordenadores pedagógicos que não puderam participar da primeira edição do Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais (Cate), por se encontrarem cumprindo estágio probatório, poderão participar da segunda edição do curso e também poderão se inscrever, concomitantemente, no curso de capacitação relacionado às promoções.
O segundo módulo do curso iniciará em 2018, com a antecipação do pagamento da promoção de 6% sobre o vencimento básico para professores e coordenadores matriculados. Ao final do segundo módulo, os educadores recebem o correspondente a cerca de 1% sobre o vencimento básico e serão promovidos para um grau imediatamente superior, dentro do mesmo padrão. Assim, a segunda promoção vai integralizar um ganho médio de 7%.
Desta forma, os professores e coordenadores pedagógicos dos Ensinos Fundamental e Médio terão um ganho médio de 14%, até 2019. Incidirão sobre o percentual todas as vantagens calculadas sobre o vencimento básico. Vale ressaltar que, para fazer jus às promoções os educadores deverão observar os critérios de freqüência e aproveitamento dos cursos, conforme previsto no Projeto de Lei.
As promoções para a carreira do magistério público dos Ensinos Fundamental e Médio foram fruto de negociações entre o Governo do Estado e representantes sindicais da categoria. Desta forma, as duas partes celebraram o acordo que resultou no Projeto de Lei aprovado pela Assembleia.

Rui e Pinheiro participam do 5º Encontro Estudantil na Arena Fonte Nova

38432319146b21e6ba95bkA Arena Fonte Nova irá se transformar, a partir desta terça-feira (21) até quinta-feira (23) em um grandioso palco para a exposição de projetos de arte, cultura, envolvendo dança, teatro, cinema, canto-coral, música, artes visuais, e também projetos de esporte, ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo, que foram desenvolvidos por estudantes das escolas estaduais. Trata-se do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual, promovido pela Secretaria da Educação do Estado, que será aberto às 9h, pelo Governador Rui Costa, acompanhado pelo secretário da Educação, Walter Pinheiro, no Salão das Artes, no nível 6, da Arena Fonte Nova. No evento, Rui realiza a entrega simbólica de 660 instrumentos musicais para 34 fanfarras de colégios estaduais apoiadas pelo Neojiba, duas unidades da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) e quatro núcleos do Neojiba.
Com espaços personalizados, estandes, palcos e até uma quadra de esportes, o encontro irá reunir mais de quatro mil estudantes expositores, de várias partes da Bahia. O evento será gratuito e aberto à participação do público em geral, a partir das 8h. Além de poder conhecer e prestigiar a arte, a inovação e as tecnologias sociais produzidas pelos estudantes, os visitantes também poderão interagir e participar diretamente das experiências como o Simulador de Voo, a Caixa Preta e, ainda, acompanhar competições de robótica, apresentações de corais, palestras, fanfarras escolares, jogos escolares, apresentações de dança, de canto coral, de música e contação de histórias.
Projetos – As criações estudantis desenvolvidas nas escolas ao longo do ano letivo de 2016 serão apresentadas durante o 5º Encontro Estudantil, nas finais do 9º Festival Anual da Canção Estudantil (Face), 9ª Mostra de Artes Visuais Estudantis (AVE), 8º Sarau do projeto Tempos de Arte Literária (TAL), 5ª Mostra das Aventuras Patrimoniais (EPA), 4ª Mostra de Vídeos Estudantis (Prove), 3ª Mostra de Dança Estudantil (Dance) e 3ª Mostra de Canto Coral Estudantil (Encante) e o 1º Festival Estudantil de Teatro (FESTE).
O Encontro envolverá ainda a Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA) e os festivais de judô, xadrez, capoeira e rugbyb, além de basquetebol especial, voleibol, futsal, handebol, basquete e vôlei, dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP). O encontro contará, ainda, com a Feira de Tecnologias Sociais da rede Estadual de Educação Profissional e Tecnológica da Bahia: território e intervenção social e com o Espaço Professor/Empreendedor.  A atividade inclui a tenda digital, além de Simulador de Voo, competições de Robótica e a Caixa Preta, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura.
Na programação, ainda, constam o segundo Encontro Estadual de Líderes de Classe, Exposição dos 10 anos do programa Todos pela Alfabetização (TOPA), contação de histórias, oficinas indígenas, apresentação de fanfarra e Transmissão do evento, ao vivo, para os estudantes das telesalas de aula do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC). A atividade marcará, ainda, os lançamentos da Plataforma Anísio Teixeira e do Programa ‘Nas Ondas da Rede’ da Rádio Anísio Teixeira, a realização de palestras sobre a vida e obra de Anísio Teixeira, bem como de apresentações sobre o Instituto Anísio Teixeira e centros de formação de profissionais da Educação do país.

Inscrições para o concurso público da rede estadual serão retomadas nesta sexta-feira

IMG-20160202-WA0037
Em função de questões técnicas apresentadas pela Fundação Carlos Chagas, as inscrições do concurso público da rede estadual de ensino foram suspensas temporariamente e serão retomadas nesta sexta-feira (17). Estão sendo ofertadas 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. As inscrições, no valor de R$ 100 para ambos os cargos, serão feitas exclusivamente, via internet, pelo site da Fundação Carlos Chagas, que é a empresa responsável pela aplicação das provas.
Acesse aqui o edital

Artes poética e patrimonial estão entre os destaques do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual

projetosA poesia, a literatura e a fotografia são alguns dos recursos utilizados pelos estudantes da rede estadual para falar sobre o patrimônio e a diversidade da Bahia e até mesmo do Brasil, por meio dos projetos Tempos de Arte Literária (TAL) e Educação Patrimonial e Artística (EPA). Estes são dois dos destaques do 5º Encontro Estudantil da Rede Estadual, que será realizado de terça a quinta (21 a 23), da semana que vem, com entrada gratuita, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Encontro, promovido pela Secretaria da Educação do Estado, terá a participação de 4 mil estudantes expositores, que além dos projetos de arte e cultura, a exemplo do TAL e do EPA, também virão de várias partes da Bahia, para apresentar os projetos de ciência, tecnologia, empreendedorismo e inovação.
Todos estes projetos foram desenvolvidos nas escolas ao longo do ano letivo de 2016 e passaram pela seletivas escolares e territoriais. O Encontro Estudantil marca a culminância destes projetos, que são promovidos pela Secretaria da Educação do Estado para dinamizar o ambiente escolar e promover o protagonismo estudantil, contribuindo com o processo de ensino e aprendizagem.
O TAL reafirma a experiência literária, a criatividade, a consciência crítica e social dos estudantes, além de exaltar a diversidade literária e cultural do Estado. Entre as produções, os estudantes apresentam narrativas, poemas, cordéis, crônicas, prosas, contos, cartas literárias e textos ficcionais, abordando temas dos mais diversos. Os finalistas irão se caracterizar de diferentes personagens para a apresentação desta experiência literária, na terça-feira (21), às 16h, no nível 6, da Arena Fonte Nova, quando serão avaliados por especialistas. Como parte da programação, os estudantes irão prestar uma homenagem aos 170 anos do poeta Castro Alves.
No EPA, os visitantes que forem ao nível 6 da Arena Fonte Nova, durante o 5º Encontro Estudantil irão se deparar, das 8h às 18h, com álbuns que se constituem como produtos das aventuras pela “caça” ao patrimônio. Reunindo textos e imagens, esses álbuns desvendam o patrimônio histórico e artístico e as manifestações culturais dos municípios baianos nas percepções estudantis.
A coordenadora dos projetos de arte e cultura da Secretaria da Educação do Estado, Nide Nobre, fala sobre o alcance do EPA no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “O EPA aviva o debate e incrementa as relações e as práticas patrimoniais e culturais da juventude, nos campos da história, da memória da arte, com vistas à identificação e reconhecimento do patrimônio baiano, à preservação da memória cultural, à apropriação da história e da cultura e à democratização dos espaços e saberes históricos”, avalia.
Além do TAL e do EPA, o Encontro envolverá ainda os seguintes projetos: Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Artes Visuais Estudantis (AVE), Produção de Vídeos Estudantis (PROVE), Mostra de Dança Estudantil (DANCE), Encontro de corais (ENCANTE), Festival Estudantil de Teatro (FESTE) e a Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA). O evento também terá os festivais de judô, xadrez, capoeira e rugbyb, além de basquetebol especial, voleibol, futsal, handebol, basquete e vôlei, dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP).
O encontro contará, ainda, com a Feira de Tecnologias Sociais da rede Estadual de Educação Profissional e Tecnológica da Bahia: território e intervenção social e com o Espaço Professor/Empreendedor.  A atividade inclui a tenda digital, além de Simulador de Voo, competições de Robótica e a Caixa Preta, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura.
Na programação, ainda, constam o segundo Encontro Estadual de Líderes de Classe, Exposição dos 10 anos do programa Todos pela Alfabetização (TOPA), contação de histórias, oficinas indígenas, apresentação de fanfarra e Transmissão do evento, ao vivo, para os estudantes das telesalas de aula do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC). A atividade marcará, ainda, os lançamentos da Plataforma Anísio Teixeira e do Programa ‘Nas Ondas da Rede’ da Rádio Anísio Teixeira, a realização de palestras sobre a vida e obra de Anísio Teixeira, bem como de apresentações sobre o Instituto Anísio Teixeira e centros de formação de profissionais da Educação do país.

Professores e coordenadores poderão se inscrever concomitantemente em cursos de aperfeiçoamento

professores-passam-por-formacao-para-aulas-no-regime-de-alternancia-na-rede-estadual1Professores e coordenadores pedagógicos que não puderam participar da primeira edição do Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologias Educacionais (Cate), por se encontrarem cumprindo estágio probatório, poderão participar da segunda edição do curso e também poderão se inscrever, concomitantemente, no curso “Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais”. Neste sentido, uma proposta de emenda ao Projeto de Lei que prevê a reestruturação da carreira do magistério público do ensino fundamental e médio foi encaminhada e deverá ser votada na Assembleia Legislativa da Bahia.
O Projeto de Lei prevê a reestruturação da carreira do magistério público do ensino fundamental e médio, com duas promoções para professores e coordenadores pedagógicos. O governo vai antecipar o pagamento de 6% sobre o vencimento básico dos educadores, referente à primeira promoção, ainda este ano. O valor da segunda promoção será antecipado em setembro de 2018. O PL define que o vencimento inicial do magistério passa a ser de R$ 2.446,66, acima do Piso Nacional da Categoria (R$ 2.298,80).
As promoções estão condicionadas à inscrição e a frequência dos professores e coordenadores em um curso de capacitação, dividido em dois módulos. Os educadores precisam se inscrever no primeiro módulo do curso para ter direito receber, este ano, a antecipação correspondente a 6% sobre seu vencimento básico. Ao final do curso, em maio de 2018, os professores serão promovidos para um grau imediatamente superior, dentro do mesmo padrão, com pagamento de cerca de 1% sobre o vencimento básico. Assim, a promoção vai integralizar um ganho médio de 7%.
O segundo módulo do curso iniciará em setembro de 2018, com a antecipação do pagamento da promoção de 6% sobre o vencimento básico para professores e coordenadores matriculados. Ao final do segundo módulo, em maio de 2019, os educadores recebem o correspondente a cerca de 1% sobre o vencimento básico e serão promovidos para um grau imediatamente superior, dentro do mesmo padrão. Assim, a segunda promoção vai integralizar um ganho médio de 7%.
Desta forma, os professores e coordenadores pedagógicos do ensino fundamental e médio terão um ganho médio de 14%, até setembro de 2019. Incidirão sobre o percentual todas as vantagens calculadas sobre o vencimento básico. Vale ressaltar que, para fazer jus às promoções os educadores deverão observar os critérios de freqüência e aproveitamento dos cursos, conforme previsto no Projeto de Lei.
As promoções para a carreira do magistério público do ensino fundamental e médio foram fruto de negociações entre o Governo do Estado e representantes sindicais da categoria. Desta forma, as duas partes celebraram o acordo que resultou no Projeto de Lei encaminhado para Assembleia. A medida demonstra o compromisso do Governo do Estado com a educação e o respeito ao trabalho dos educadores, concedendo ganhos reais acima da inflação, que mesmo diante da conjuntura econômica negativa do país.

Começam nesta terça-feira as inscrições para o concurso público para professores e coordenadores pedagógicos do Estado

foto sala

Começam, nesta terça-feira (14), as inscrições para o concurso público para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino, promovido pelo Governo do Estado da Bahia, por meio das Secretarias da Educação e Administração. São 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos. As inscrições prosseguem até o dia 12 de dezembro, custam R$ 100 para ambos os cargos, e serão feitas exclusivamente, via internet, pelo site da Fundação Carlos Chagas, empresa responsável pela aplicação das provas (www.concursosfcc.com.br).

O secretário Walter Pinheiro disse que o concurso será para 40 horas semanais e representa uma das ações estratégias que vêm sendo adotadas pelo Estado para fortalecer o eixo pedagógico nas escolas estaduais. “Este concurso vem sendo esperado há muito tempo pelos educadores e o governador Rui Costa, mesmo diante da situação econômica do país, tomou esta decisão que fortalece o eixo pedagógico das escolas e, consequentemente, a nossa qualidade do ensino”, afirmou Pinheiro, ao destacar que a iniciativa vai potencializando a oferta da Educação em Tempo Integral na rede. “A nossa meta é caminhar para uma escola que funcione o dia todo, com atividades culturais e cursos profissionalizantes. Daí a importância de termos professores com uma carga horária de 40 horas de dedicação à escola, bem como a presença do coordenador pedagógico em todas as unidades da rede estadual”, afirmou.

Oferta – As vagas para professores são para diversas áreas do conhecimento, como por exemplo, os com licenciaturas em Ciência Biológicas, Ciências Naturais, Ciências Humanas, Ciências da Sociedade, Filosofia, Artes, Educação Física, História, Artes, licenciatura interdisciplinar em Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, Matemática ou licenciatura interdisciplinar em Matemática e Computação e suas Tecnologias, habilitação em Química oriundo de curso superior. Para coordenador pedagógico, é preciso ter curso de Pedagogia. Tanto para professor quanto para coordenador pedagógico é exigido diploma registrado de conclusão de curso superior de graduação, conforme estabelecido no edital, devidamente registrado, fornecido por Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Remuneração – Para o cargo de professor padrão P, grau IA, a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 2.145,36, acrescido de Gratificação de Estímulo às Atividades de Classe, no percentual de 31,18% incidente sobre o vencimento básico, no valor de R$ 668,92, perfazendo um total de  2.814,28. Para o cargo de Coordenador Pedagógico, Padrão P,  grau IA, a remuneração inicial é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 2.145,36, acrescido de Gratificação por Condições Especiais de Trabalho, no percentual de 34,75%, incidente sobre o vencimento básico, no valor de R$ 745,51, totalizando R$ 2.890,87.

Aplicação das Provas – O concurso terá três etapas. As provas objetivas (1ª etapa) e discursivas (2º etapa) serão aplicadas no dia 25/02/2018, para todos os cargos, no período da manhã, nas cidades de Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista. Somente será corrigida a prova discursiva dos candidatos habilitados e melhores classificados nas provas objetivas. A terceira etapa é a prova de títulos, para fins de pontuação dos candidatos habilitados na prova discursiva.

Acesse o edital completo no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br)