Aula Inaugural: Pinheiro destaca avanços para fortalecer o eixo pedagógico na rede estadual

aula-inaugural-20182
O fortalecimento do eixo pedagógico das escolas estaduais, por meio da implantação de projetos, realização de concurso público e formação de professores, é um dos destaques para o ano letivo 2018 na rede estadual de ensino. A afirmação foi feita pelo secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, nesta quarta-feira (21), durante o Programa de Abertura do Ano Letivo – Aula Inaugural, no auditório do Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, no bairro da Caixa D´ Água, em Salvador.
“A grande novidade da Educação é o que discutimos nas escolas, em 2017, com todos os gestores escolares durante o Diálogo com Gestores, envolvendo o currículo, a nova Base Nacional Comum Curricular, a Educação Profissional e Tecnológica, ou seja, uma Educação reformulada, com uma escola contextualizada em cada território, que oferte Música, Teatro, mas, também, oferte Ciência, Robótica e cursos de curta duração, uma escola que tenha inovação e que, efetivamente, prepare os estudantes para a vida”, afirmou.
Para tanto, Pinheiro citou o acesso à internet em banda larga, por meio de fibra ótica ou via rádio, em todas as escolas estaduais até o final do ano, estando em curso a instalação de 320 pontos de satélite no interior e já consolidado o processo nas escolas da capital. Outras medidas, neste sentido, são a ampliação dos projetos de arte e cultural nas escolas; a implantação de novas Escolas Culturais; e a realização, na Bahia, da 19ª edição do encontro internacional Virtual Educa, no próximo mês de junho.
Formação - O secretário destacou, em especial, os investimentos do Estado no quadro do magistério. Citou a realização do concurso público com 3.760 vagas para professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino, cujas provas serão realizadas domingo (25), na capital e no interior. Lembrou das parcerias com as universidades públicas que contemplam, dentre outras coisas, a oferta de cursos na modalidade Educação a Distância (EaD), de modo a beneficiar estudantes que moram no interior do Estado e, principalmente, para a formação de professores.
“Estamos comemorando o início, ontem, do curso online Uso Pedagógico de Tecnologias Educacionais, para mais de 24 mil professores e coordenadores pedagógicos, em parceria com a Universidade Federal da Bahia. Estamos recebendo telefonemas de todo o Brasil, dos secretários querendo saber qual é a nossa plataforma, como a gente está conseguindo oferecer este curso para tantos educadores de uma vez só”, afirmou, ao acrescentar que o curso valoriza a carreira do magistério com formação e, também, com ganhos salarias, uma vez que os concluintes terão um ganho médio de 14% em seus vencimentos, até maio de 2019.
Novos projetos - Aliado a isto, o secretário falou, ainda, sobre os novos projetos que irão imprimir pedagogia inovadora nas escolas. “Também teremos programas como o Inova Escola, desenvolvido em parceria com a Fundação Telefônica Vivo e lançado, ontem, no Colégio Estadual Norma Ribeiro, no bairro de Arenoso, em Salvador. Com este programa, vamos desenvolver e implementar inovações educacionais que potencializem a aprendizagem e conectem a educação pública com as competências do século XXI!”, afirmou.
Outra novidade é o Programa o e-Nova Educação, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado em parceria com o Google INC, que inclui a formação de professores e o uso de um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores. “Todas estas medidas são adotadas para que a escola faça a Educação para transformar e, portanto, criando um novo ambiente, com uma pedagogia do século XXI, no qual todos, professores, gestores e alunos, possam fazer parte, sendo a escola contextualizada, pisando no seu território e pensando no futuro”, completou.