Educadores discutiram a construção do Currículo Bahia em Eunápolis

Foto pequenaA Secretaria da Educação do Estado está com consulta pública aberta até o dia 13 de novembro, para a construção coletiva do novo Currículo Bahia, referente às Educações Infantil e Fundamental. As contribuições poderão ser realizadas através do Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). Também estão sendo promovidos seminários territoriais para viabilizar as contribuições ao documento por educadores, gestores, estudantes e pela sociedade civil.

Na terça-feira, dia 30 de outubro, o Seminário Territorial aconteceu no auditório do Colégio Estadual Armando Ribeiro Carneiro , com as escolas da área do Núcleo Territorial de Educação de Eunápolis NTE 27.

foto cortada

Durante os seminários, os participantes discutiram a proposta curricular e realizaram  trabalhos em grupos, a partir de textos referenciais que são apresentados em plenárias finais. Por meio da plataforma online disponível no Portal da Educação, os educadores também podem fazer as contribuições. De acordo com o superintendente de Políticas para a Educação Básica do Estado, Ney Campello, o sistema apresenta uma versão preliminar do documento, que já vem sendo desenvolvido por consultores que estão fazendo as redações baseadas em contribuições já recebidas.

“O nosso compromisso é de que no dia 10 de dezembro façamos a entrega ao Conselho de Educação da Bahia, que será uma proposta curricular diferenciada que atenda as perspectivas dos estudantes e que seja capaz de promover a qualidade na oferta associada ao Ensino Médio. A intenção é que entendendo a educação como um processo integral e integrado, essa mudança no currículo do Ensino Fundamental, repercuta na formação do aluno que chega no Ensino Médio para que ele tenha continuidade no seu percurso formativo”, ressaltou.

Ozanir1A professora Ozanir Aldereti Fernandes Dela Libera, diretora do Núcleo Territorial de Educação de Eunápolis  ressalta que “Mais uma vez a Secretaria oportunizou aos participantes do evento a possibilidade de opinarem sobre a versão inicial do Currículo Bahia que está sendo construido com a participação de todos os segmentos  da educação do estado”.