Secretário Jerônimo Rodrigues toma posse e fala sobre os esforços empreendidos para melhorar a Educação

posse-jeronimo-rodrigues12
O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, foi empossado pelo governador Rui Costa, na tarde desta quinta-feira (7), em solenidade na Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). Jerônimo, que é professor do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), mestre em Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com formação em Engenharia Agronômica (UFBA) e especialista em Desenvolvimento Territorial Sustentável, pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), agradeceu a confiança do governador e disse que está motivado para o desafio.
“Quando uma missão é dada pelo governador, a gente primeiro agradece o reconhecimento dele pelo olhar e da capacidade que ele acha que nós temos que ter e farei o esforço para que isso possa acontecer. É uma missão grandiosa e que é o tema central do segundo mandato dele, que é a Educação. A missão está dada e nós vamos correr atrás como muita humildade. Aquilo que não dominarmos por completo, nós vamos correr atrás. Temos uma rede de professores e de universidades muito grande e nós temos a dedicação do governador que está nos ajudando a montar o plano de trabalho e a equipe”, comentou.
>>>CONFIRA MAIS FOTOS AQUI
Jerônimo destacou a importância do regime de colaboração com os municípios e da parceria com as famílias e a universidades para melhorar os indicadores da Educação no Estado. “A nossa meta principal é continuar melhorando os indicadores da Educação e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) é um deles, mas não se faz IDEB só para um ano para avaliação de Governo Federal, se faz junto com um processo de quatro anos de gestão. E outra coisa, não só com quem está na rede, pois nós temos crianças, adolescentes e jovens que estão fora da rede e a ideia nossa é buscar. Agora, isso não se faz sozinho; a rede estadual tem que ser compartilhada de uma forma disciplinada com prefeituras municipais, com as escolas particulares, afinal de contas a Educação é uma só no Estado e é isso que nós queremos”.
No ano em que o Estado convocou 2.089 professores concursados e 600 coordenadores pedagógicos para fortalecer o eixo pedagógico das escolas, Jerônimo também falou sobre a formação de professores. “Naturalmente a gente tem que fortalecer o processo de formação dos educadores. Temos que trazer o papel do Instituto Anísio Teixeira (IAT) com mais intensidade no processo de qualificação de informação; o papel dos coordenadores pedagógicos junto com os professores, junto com os estudantes, atraindo a comunidade para dentro da escola e isso é um esforço que não é da boca para fora”, afirmou Jerônimo, ao acrescentar: “Já foi feito muito com o chamamento de professores e coordenadores pedagógicos concursado e o governador vem dizendo, desde 2015 quando foi eleito e ele mesmo se diz, como sendo uma prova de que se não fosse a Educação ele não teria o mesmo futuro que tem”.
Jerônimo fez questão de enfatizar que a Educação é uma prioridade para o Estado e isso passa também por investimentos na infraestrutura das escolas e pelo diálogo com o desenvolvimento do Estado. “O governado Rui Costa está deliberando que de 2019 até 2022 ele vai adensar ainda mais suas ações na Educação com a parte de infraestrutura, quadras cobertas, salas, refeitórios, bibliotecas, laboratórios e isso é um esforço da estrutura física. E é por aí que a gente quer fazer, a Educação ser um pilar do desenvolvimento do Estado, da cidadania das pessoas, da geração de renda, do cuidado com o meio ambiente”, acrescentou.